Chiquinho Telles inicia atividades do 2º semestre com apresentação de mais de 300 indicaçõesNotícia Anterior
Soja trabalha em alta nesta 4ª feira em Chicago em movimento de recuperação técnicaPróxima Notícia
Notícias

Balança comercial registra melhor julho da história

Espaçamento entre linhas+- ATamanho da fonte+- Imprimir esta notícia
Balança comercial registra melhor julho da história

No acumulado do ano, resultado também é recorde e soma US$ 42,5 bilhões

O saldo comercial brasileiro ficou positivo em US$ 6,298 bilhões no mês de julho, o melhor para o período desde o início da série histórica. Segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, resultado é 37,6% superior ao registrado em julho do ano passado.

Com os produtos brasileiros cada vez mais competitivos no mercado internacional, as exportações ficaram em US$ 18,769 bilhões no mês, enquanto as importações totalizaram US$ 12,471 bilhões.

De janeiro a julho, o saldo comercial brasileiro apresentou um superávit (exportações maiores que importações) de US$ 42,514 bilhões, valor 50,6% maior que o mesmo período de 2016. A previsão é que a balança comercial fique positiva em US$ 60 bilhões neste ano.

No mês, os três ramos de produtos exportados apresentaram crescimento de vendas. Os itens básicos avançaram 19%, para US$ 8,361 bilhões; os semimanufaturados cresceram 8,7%, para US$ 2,608 bilhões; e os manufaturados apresentaram alta de 12,6%, para US$ 7,386 bilhões.

Produtos mais vendidos

Com relação à exportação de produtos básicos, houve aumento de receita de: milho em grão (93,7%), minério de cobre (+88,2%), petróleo em bruto (+72%), carne bovina (+38,5%), minério de ferro (+18,2%), carne suína (+10%), carne de frango (+8,1%), fumo em folhas (+7,1%) e soja em grão (+4,6%).

Dentro dos semimanufaturados, os maiores aumentos ocorreram nas vendas de: óleo de soja em bruto (+94,4%), semimanufaturados de ferro/aço (+60,1%), ferro fundido (+26,6%), madeira serrada (+25,1%), ouro em forma semimanufaturada (+23,2%), celulose (+10%) e ferro-ligas (+1,1%).

No grupo dos manufaturados, ocorreu crescimento principalmente em óleos combustíveis (+273,3%), tratores (+91,7%), máquinas de terraplanagem (+83,4%), automóveis de passageiros (+69,7%), chassis com motor (+49,9%), veículos de carga (+45,4%), autopeças (+32,8%), aviões (+20,7%), laminados planos (+12,8%), óxidos e hidróxidos de alumínio (+11,4%) e motores para veículos e partes (+9,3%).

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços eBanco Central

balanca-comercial-bate-recorde-em-julho

0 Comentários

Sem Comentários Esta postagem ainda não tem comentários

Comente agora, seja o primeiro!

Mas você pode ser o primeiro a deixar um comentário !

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *