Contra Dilma, 297 empresas fecham as portas nesta quartaNotícia Anterior
Entidades falam sobre legado do empresário Jorge Elias ZahranPróxima Notícia
Notícias

Comércio de Campo Grande amarga prejuízos de R$ 114 milhões

Espaçamento entre linhas+- ATamanho da fonte+- Imprimir esta notícia
Notícias relacionadas

Em abril de 2014 número de endividados foi de 65,7 mil; neste ano 133,5 mil.

De acordo com dados do Sistema Central de Proteção ao Crédito (SCPC), no mês de abril, a dívida dos inadimplentes no comércio da Capital alcançou R$ 114,77 milhões, R$ 49,29 milhões a mais que em abril de 2014 (R$ 65,48 milhões).

Redução de crédito na praça, aumento do risco de desemprego e encolhimento do poder de compra fizeram dobrar o número de consumidores endividados em Campo Grande no intervalo de um ano.

Segundo números do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande, o número de clientes cadastrados no banco de dados do sistema passou de 65.746 em abril de 2014 para 133.560 no mesmo mês deste ano, avanço de 103,1% no período.

As estatísticas também mostram que o consumidor está 75,3% mais endividado em 2015 que um ano atrás. O volume de dívidas negativadas, por sua vez, disparou no município — o crescimento foi de 226,8% entre abril de 2014 e deste ano, passando de 91.699 para 133.560 débitos.

O diretor do SCPC, Renato Paniago, reconhece que neste ano o endividamento foi fortemente impactado pelo aumento do desemprego, elevação de taxas, impostos e juros, além das tarifas de energia, água e reajuste dos combustíveis. “Todo início de ano tradicionalmente é muito difícil para o consumidor e neste ano todas essas altas impactaram o bolso do consumidor; com o orçamento já limitado, ele começa a optar pelo que vai pagar primeiro”, analisa.

Correio do Estado

0 Comentários

Sem Comentários Esta postagem ainda não tem comentários

Comente agora, seja o primeiro!

Mas você pode ser o primeiro a deixar um comentário !

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Economia

Em palestra na Expo Paraguai-Brasil, Longen reforça viabilidade do Indústria Sem Fronteiras

Em palestra na Expo Paraguai-Brasil, Longen reforça viabilidade do Indústria Sem Fronteiras   0

Em palestra realizada nesta terça-feira (24/10), durante a 9ª edição da Expo Paraguai-Brasil, em Assunção, capital do Paraguai, o presidente da Fiems, Sérgio Longen, destacou o projeto Indústria Sem Fronteiras, [...]