Aquário do Pantanal vai fomentar em MS o maior projeto de bioeconomia do PaísNotícia Anterior
Guindaste continua a puxar barco naufragado no rio Paraguai em MSPróxima Notícia
Notícias

Noticia em Tempo Real

Dia das Crianças movimentará R$ 167 milhões em todo Estado

Espaçamento entre linhas+- ATamanho da fonte+- Imprimir esta notícia
Notícias relacionadas

Cerca de 80% da população irá presentear filhos, netos, sobrinhos e afilhados no Dia das Crianças, representando uma injeção de mais de R$ 167 milhões na economia de MS. É o que afirma pesquisa realizada pela Fecomércio MS em parceria com a Universidade Uniderp-Anhanguera e Fundação Manoel de Barros. O preço médio do presente é de R$ 130,00 sendo que cada consumidor irá comprar, em média, dois presentes. O presidente do Sistema Fecomércio MS,

Edison Araújo, lembra que o valor a ser gasto em presentes, para este ano, é pouco superior ao ano passado (que foi de R$ 119,00), mas “se consideramos a correção monetária, eles permanecem muito próximos”. Em 2013, o montante de vendas estimado para o mesmo período foi de R$ 163 milhões. Edison Araújo afirma que a estabilidade relativa das compras, observada na maioria das cidades pesquisadas, deve-se ao fato do comprometimento de parte dos recursos familiares em bens adquiridos ao longo dos dois últimos anos. “Inflação acima da meta e alto preço dos alimentos também contribuem para este cenário atual”.

Locais de compra – Segundo os entrevistados de Campo Grande, as lojas do centro serão o local escolhido por 42% das pessoas, seguidas pelas lojas do Shopping Campo Grande e Norte Sul Plaza (14%, cada), camelódromo (13%), lojas de bairros (9%), lojas do Shopping Bosque dos Ipês (2%) e lojas virtuais (1,3%). Ainda de acordo com os consumidores, filhos (43%), sobrinhos (21%), netos (13%) e crianças de orfanatos e/ou creches (4%) receberão presentes. Entre os itens, 48% garantiram que vão comprar brinquedos, 29% vestuário e 2% calçados e acessórios.

Em Dourados, 56% dos entrevistados falaram que vão até as lojas do centro, 20% no Shopping Avenida Center, 7% nos supermercados, 4% nas lojas de bairro e 6% vão adquirir os presentes pela internet. Em Corumbá, 23% dos compradores irão às lojas da Bolívia, em Ponta Porã, 43% comprarão no Paraguai. “ É importante ressaltar que esse dinheiro irá evadir das lojas brasileiras, percentual significativo”, avisa a superintendente do Instituto de Pesquisa Fecomércio (IPF), Regiane Dede. “É necessário que os lojistas do lado de cá do País atentem-se para estratégias de venda diferenciadas para atrair esse consumidor”.

Pagamento à vista – O consumidor irá pagar à vista com dinheiro, segundo 55% dos entrevistados. 6% optam pelo cartão de débito e 7% com cartão de crédito. Já o pagamento parcelado pelo cartão de crédito é a escolha de 17% dos compradores e 11% afirmam que vão dividir a compra no crediário da própria loja. O pesquisador José Francisco dos Reis Neto lembra que, por comprar a vista, o consumidor fará algumas exigências ao mercado. “A escolha do presente estará condicionada ao preço (32%), à promoção do produto (25%) e ao atendimento da loja (18%). A diminuição do riso de venda está associada à forma de pagamento do comprador. Como usarão cartão, diminui-se o risco e a inadimplência”.

Foram entrevistadas 2 mil pessoas entre os dias 15 a 22 de setembro nas cidades de Campo Grande, Aparecida do Taboado, Aquidauana/Anastácio, Chapadão do Sul, Corumbá/Ladário, Dourados, Navirai, Paranaíba, Ponta Porã, São Gabriel d´Oeste e Três Lagoas.

Assessoria

0 Comentários

Sem Comentários Esta postagem ainda não tem comentários

Comente agora, seja o primeiro!

Mas você pode ser o primeiro a deixar um comentário !

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Destaque

IPTU Premiado sorteou em Maracaju 2 Carros e 3 Motos

IPTU Premiado sorteou em Maracaju 2 Carros e 3 Motos   0

por Maracaju em Foco Na manhã desta quarta-feira 11-04 em frente ao Posto Central ocorreu o sorteio do IPTU Premiado que visou contemplar com prêmios os contribuintes que pagaram o tributo [...]

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner