FestInBonito: Grande Tenda terá sete shows em quatro noitesNotícia Anterior
Funtrab não atenderá público nesta sexta-feiraPróxima Notícia
Notícias

Educadores em greve panfletam nas escolas pela manhã e fazem passeata à tarde em Dourados

Espaçamento entre linhas+- ATamanho da fonte+- Imprimir esta notícia
Notícias relacionadas

Boa parte dos profissionais não trabalharam ontem, e prometem continuar com a greve.

Os educadores que aderiram à greve na Rede Municipal de Ensino continuam as atividades nesta sexta-feira (18). Segundo o Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação) de Dourados, pela manhã a categoria realiza panfletagem nas escolas e às 16h está programada uma passeata pelas região central com saída da Praça Antônio João.

Ontem, dia de retorno das aulas, boa parte dos profissionais não trabalharam, porém, as escolas funcionaram e receberam alunos.

A greve acontece porque o Simted reivindica junto ao governo municipal o cumprimento do acordo de negociação salarial realizada em abril deste ano do quadro administrativo e do magistério, cumprimento da lei nacional do piso de 20 horas para o magistério, abertura de concurso público, alteração na lei de readaptação que prejudica os vencimentos dos trabalhadores readaptados, inclusão dos servidores administrativos no Plano de Cargos e Carreiras da Educação e garantir o direito de aposentadoria especial para coordenadores das escolas.

Já a Semed propôs aos professores que o que é possível neste momento, devido à crise financeira que atinge o município, conceder o reajuste de 8,32% para professores e de 6,15% para os administrativos a partir de julho, retroativo a abril, como determina lei. O reajuste do período seria concedido em três parcelas, junto com o salário já corrigido em julho. Já com relação ao piso, a Semed alega que a reivindicação representa dobrar o valor pago em folha atualmente e isso demanda um grande volume de recursos. Ainda conforme a secretaria, a proposta neste aspecto é que até outubro deste ano seja apresentado ao Simted um estudo de como conceder o piso da forma como o sindicato reivindica.

Dourados News

0 Comentários

Sem Comentários Esta postagem ainda não tem comentários

Comente agora, seja o primeiro!

Mas você pode ser o primeiro a deixar um comentário !

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *