Comitiva de André Puccinelli passou por AquidauanaNotícia Anterior
Padaria da ACOMMA é entregue e já atende mais de 5.600 alunos de Maracaju com produção e entrega de pãesPróxima Notícia
Notícias

Noticia em Tempo Real

Elizeu Dionízio vai sair do PSDB e avalia convites do PSL e Podemos

Espaçamento entre linhas+- ATamanho da fonte+- Imprimir esta notícia
Elizeu Dionízio vai sair do PSDB e avalia convites do PSL e Podemos

Deputado quer trocar de partido para tentar a reeleição na Câmara Federal

Leonardo Rocha – Campo Grande News
Deputado federal Elizeu Dionísio vai deixar o PSDB (Foto: Divulgação)

O deputado federal Elizeu Dionízio (PSDB) já informou o governador Reinaldo Azambuja(PSDB) que vai deixar o “ninho tucano” durante esta janela partidária, faltando sete meses para eleição. Ele está avaliando convites de outros partidos, entre eles do PSL e Podemos, para decidir em que legenda vai tentar reeleição na Câmara Federal.

De acordo com a assessoria, Elizeu informou ao governador que deixaria o PSDB para buscar um partido onde tivesse “mais espaço político”, por isto está avaliando o cenário eleitoral para fazer sua escolha. Um dos convites é do PSL que se reforçou nesta janela, com a chagada do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ), pré-candidato à presidência.

A assessoria confirmou que o deputado tem “afinidade política” com Bolsonaro, e boa relação na Câmara Federal. O Podemos também já entrou em contato com o parlamentar para “reforçar” a chapa, que já conta com o pré-candidato ao Senado, Francisco Maia, ex-presidente da Acrissul (Associação de Criadores de Mato Grosso do Sul).

Segundo a equipe do tucano, Elizeu não precisaria utilizar a “janela partidária”, já que quando trocou o partido Solidariedade pelo PSDB, em outubro de 2015, havia uma carta e um acordo entre os partidos, que deixava o parlamentar “livre” para trocar de partido, ao longo do mandato.

Elizeu assumiu no começo 2015 a vaga na Câmara Federal, como suplente de Márcio Monteiro, que na época optou por comandar a Sefaz (Secretaria Estadual de Fazenda), ao invés de ir para Brasília. Com a ida de Monteiro para o TCE (Tribunal de Contas Estadual) em novembro de 2017, Dionízio ficou com o mandato em definitivo de deputado federal.

0 Comentários

Sem Comentários Esta postagem ainda não tem comentários

Comente agora, seja o primeiro!

Mas você pode ser o primeiro a deixar um comentário !

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner