Receita paga hoje lote residual do Imposto de RendaNotícia Anterior
Consumidor de MS vai continuar pagando mais pela energia elétricaPróxima Notícia
Notícias

Noticia em Tempo Real

Feriado de Carnaval derruba movimento e postos adiam reajuste na gasolina

Espaçamento entre linhas+- ATamanho da fonte+- Imprimir esta notícia
Feriado de Carnaval derruba movimento e postos adiam reajuste na gasolina
Notícias relacionadas

Preço do litro da gasolina gira em torno de R$ 3,489, na manhã desta quarta-feira.

Mesmo com a decisão de um novo preço médio, determinado pelo Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária), para vigorar desde a segunda-feira (16), os postos de Campo Grande não aumentaram o valor do litro da gasolina, que gira em torno de R$ 3,489, na manhã desta quarta-feira (18).

Como o movimento nas ruas está tímido em função do Carnaval, os postos devem reajustar o preço somente nos próximos dias, conforme o estoque termine, segundo o funcionário de um posto da região norte da cidade.

O PMPF (Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final) é parâmetro para a cobrança do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), retido pela Petrobras na venda dos combustíveis aos postos de gasolina. Em Mato Grosso do Sul, conforme a nova tabela, o litro da gasolina pode custar R$ 3,5848 ao cliente.

Para o diesel, o preço médio ponderado do litro é R$ 3,0963. No entanto, alguns postos cobram até R$ 0,09 a mais. Dos dez postos visitados pela reportagem nesta manhã, quatro cobram mais de R$ 3,189. Mas quem faz pesquisa, encontra postos que cobram, no máximo, R$ 3,029 pelo litro do diesel.

No posto da rede Bonatto, localizado na avenida Via Parque, consumidores fazem fila nesta manhã para aproveitar um dos menores preços. O litro sai por R$ 3,222. A oferta atraiu o pedreiro Valdeci Bernardo, 40 anos. Ele aproveita a promoção, mas lamenta a alta dos impostos que já pesa no orçamento.

“Há alguns meses eu enchia o tanque da minha moto com R$ 35. Depois, passei a por R$ 50 para rodar durante o mês, mas agora esse valor já não está dando para o mês inteiro. Então, eu faço questão de procurar o posto com preço menor”, comentou Valdeci, referindo-se ao aumento dos preços em função da elevação do PIS (Programa de Integração Social) e da Cofins (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social), que correspondeu a R$ 0,22 por litro da gasolina e R$ 0,15 por litro do diesel, a partir do dia 1º de fevereiro.

Além disso, a Petrobras aumentou o preço da gasolina em 3% e do diesel em 5%, em novembro de 2014. Naquele mês, o preço médio da gasolina ainda era R$ 2,999 por litro e o diesel estava em R$ 2,70.

CG News

0 Comentários

Sem Comentários Esta postagem ainda não tem comentários

Comente agora, seja o primeiro!

Mas você pode ser o primeiro a deixar um comentário !

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Economia

Em palestra na Expo Paraguai-Brasil, Longen reforça viabilidade do Indústria Sem Fronteiras

Em palestra na Expo Paraguai-Brasil, Longen reforça viabilidade do Indústria Sem Fronteiras   0

Em palestra realizada nesta terça-feira (24/10), durante a 9ª edição da Expo Paraguai-Brasil, em Assunção, capital do Paraguai, o presidente da Fiems, Sérgio Longen, destacou o projeto Indústria Sem Fronteiras, [...]

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner