Seleção chega a Paris para amistoso contra o JapãoNotícia Anterior
Novas moradias para Campo Grande e interior do MS é fruto do trabalho incansável e determinação de MarunPróxima Notícia
Notícias

Fundação Chapadão apresenta resultados de 4 safras e diz que Paranaíba e Aparecida do Taboado são as novas Fronteiras Agrícola do Estado

Espaçamento entre linhas+- ATamanho da fonte+- Imprimir esta notícia
Fundação Chapadão apresenta resultados de 4 safras e diz que Paranaíba e Aparecida do Taboado são as novas Fronteiras Agrícola do Estado

Nossa pesquisa não para nestas safras, iniciamos em 2013 e a continuaremos dando suporte aos produtores interessados a cultivar soja na região, complementa, Borges

Após quatro safras agrícola (2013/14, 14/15, 15/16 e 16/17), a Fundação Chapadão em parceria com os Sindicatos Rurais de Paranaíba e Aparecida do Taboado, Aprosoja MS e o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, considerando os resultados obtidos em estudo de diferentes épocas de plantio e diversas cultivares de soja em áreas de sequeiro e irrigado via pivô central, é possível afirmar diante a estes resultados que: estas regiões estão aptas ao plantio da soja em larga escala, basta para isto que os produtores interessados atendam aos princípios de manejo e conservação do solo, adequando-o às necessidades nutricionais da cultura da soja, para isto a Fundação Chapadão que realizou este levantamento durante estas safras, está apta a orientar aos produtores como se estabelecer a cultura da soja, afirma o diretor executivo da Fundação Edson Borges. Nossa pesquisa não para nestas safras, iniciamos em 2013 e a continuaremos dando suporte aos produtores interessados a cultivar soja na região, complementa, Borges.

Este trabalho além das parcerias com as empresas citadas acima, contou com o apoio da empresa de máquinas agrícola Jumil que cedeu uma plantadora, da empresa Jacto que cedeu um pulverizador e da empresa Case/BTG que cedeu um trator e da empresa Uniggel sementes e tantas outras que doaram as sementes necessárias para a condução dos trabalhos, sem as quais não teríamos indo tão longe, cita o presidente da Fundação Chapadão, Adriano Loeff.

O pesquisadores Jefferson Anselmo e Bartolomeu Andrade, responsável pela condução dos trabalhos afirmam que foram anos buscando resultado com total segurança aos futuros plantadores de soja, porém tenham certeza que este trabalho iniciou em 2013 e continua pois a pesquisa inicia e nuca termina, este ano já implantamos os trabalhos em Aparecida do Taboado e preparamos para implantar em Paranaíba, e já estamos preparando um grande dia de Campo para mostrar os resultados no início de março de 2018, afirmam os pesquisadores.

Fonte: Fundação Chapadão

0 Comentários

Sem Comentários Esta postagem ainda não tem comentários

Comente agora, seja o primeiro!

Mas você pode ser o primeiro a deixar um comentário !

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *