Dólar fecha abaixo de R$ 3 pela 1ª vez desde o início de marçoNotícia Anterior
Caminhoneiros do Estado iniciam protestos para fixar fretePróxima Notícia
Notícias

Noticia em Tempo Real

Mato Grosso do Sul tem o pior mês de março em geração de empregos dos últimos 12 anos

Espaçamento entre linhas+- ATamanho da fonte+- Imprimir esta notícia
Mato Grosso do Sul tem o pior mês de março em geração de empregos dos últimos 12 anos
Notícias relacionadas

Em março foram gerados 48 novos empregos formais em Mato Grosso do Sul.(Foto: Divulgação).

Mato Grosso do Sul gerou 48 empregos formais em março de 2015, o que representa o pior mês de março em geração de empregos dos últimos 12 anos, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), divulgado nesta quinta-feira (23).

De acordo com o levantamento, em relação ao número de empregos com carteira assinada no mês de fevereiro, houve uma estabilidade e o acréscimo foi de 0,01% em novos postos de trabalho.

O setor de atividade econômica que mais gerou empregos foi serviços, com 914 novos postos de trabalho, seguido por serviços industriais de utilidade pública, com 98 novas vagas. Houve variação negativa nos setores de agropecuária, com menos 338 postos de trabalho, acompanhado de construção civil (-342), indústria de transformação (-159), comércio (-98), extrativa mineral (-21) e administração pública (-6).

Com relação a série ajustada, que apresenta informações declaradas fora do prazo, de janeiro até março de 2015 houve um aumento de 718 postos de trabalho. Já na série com ajustes dos últimos 12 meses, houve redução de 5.442 empregos.

Os municípios com mais de 30 mil habitantes que apresentam saldo positivo de empregos gerados, entre contratações e demissões, estão Paranaíba, Rio Brilhante, Dourados, Nova Andradina, Corumbá, Ponta Porã, Aquidauana, Amambai. Já os municípios de Maracaju, Campo Grande, Sidrolândia, Coxim, Três Lagoas e Naviraí registraram variação negativa, com redução no número de empregos gerados.

Correio do Estado

0 Comentários

Sem Comentários Esta postagem ainda não tem comentários

Comente agora, seja o primeiro!

Mas você pode ser o primeiro a deixar um comentário !

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Economia

Em palestra na Expo Paraguai-Brasil, Longen reforça viabilidade do Indústria Sem Fronteiras

Em palestra na Expo Paraguai-Brasil, Longen reforça viabilidade do Indústria Sem Fronteiras   0

Em palestra realizada nesta terça-feira (24/10), durante a 9ª edição da Expo Paraguai-Brasil, em Assunção, capital do Paraguai, o presidente da Fiems, Sérgio Longen, destacou o projeto Indústria Sem Fronteiras, [...]

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner