Lei garante acesso a prontuário médico por pacientes ou familiares em Mato Grosso do SulNotícia Anterior
Aprovada em testes, árbitra é a única mulher de MS a integrar o quadro nacional da CBFPróxima Notícia
Notícias

Noticia em Tempo Real

Multas em operação de Corpus Christi cresce 1852% este ano

Espaçamento entre linhas+- ATamanho da fonte+- Imprimir esta notícia
Multas em operação de Corpus Christi cresce 1852% este ano

Durante a operação Corpus Christi da PMA (Polícia Militar Ambiental), que começou na quarta-feira e terminou às 8h de hoje, foram aplicadas R$ 859 mil em multas, valor superior se comparado ao mesmo período do ano passado, quando foram aplicadas R$ 44 mil em todo Estado. No total, 280 homens aturaram na fiscalização em propriedade rurais, rios, barreiras nas estradas e em locais de beleza naturais.

Por outro lado, de acordo com a Polícia, reduziu o número de autuações, desde 2009. Foram 8 autuado administrativamente contra 18 na operação do ano passado. As infrações foram: um por pesca predatória e três por pescar sem licença, uma por exploração ilegal de madeira, uma por transporte ilegal de madeira, uma por corte de árvores e uma por transporte ilegal de agrotóxicos. Esse ano, ao todo foi apreendido 122 m³ de madeiras diversas. O suficiente para encher 10 caminhões.

Também foram apreendidos 5 quilos de pescado contra 48 quilos em 2013. Com relação ao número de petrechos proibidos apreendidos foram seis redes de pesca, contra nove na operação passada. Os demais tipos de petrechos apreendidos foram dentro do que se apreendeu em operações passadas.

Chamou atenção o valor da multa, que foi bem superior ao ano passado. No entanto, a Polícia Ambiental explica que o valor de multas depende da infração. Nessa operação, por exemplo, houve uma infração de transporte de agrotóxico, que a multa foi de R$ 800 mil, outra de corte de árvore e uma por armazenamento, que totalizou R$ 44 mil.

CGNews

0 Comentários

Sem Comentários Esta postagem ainda não tem comentários

Comente agora, seja o primeiro!

Mas você pode ser o primeiro a deixar um comentário !

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner