Receita com embarque de carne bovina soma milhões em julhoNotícia Anterior
Redução de frigorifícos em MS preocupa setor produtivoPróxima Notícia
Notícias

Para acabar com greve, professores devem aceitar reajuste parcelado em 10 vezes

Espaçamento entre linhas+- ATamanho da fonte+- Imprimir esta notícia
Para acabar com greve, professores devem aceitar reajuste parcelado em 10 vezes
Notícias relacionadas

A reunião entre professores grevistas, vereadores da Comissão de Educação e secretários de Gilmar Olarte (PP), na noite de ontem (19), terminou com a promessa de encerrar a greve na próxima semana. Pelo menos isso é o que será discutido em assembleia da categoria, realizada na tarde desta quinta-feira (20).

O encontro começou por volta das 17 horas e teve duas horas de duração. Além das lideranças do movimento grevista, participaram o Secretário de Governo de Olarte, Paulo Matos, o titular da Educaçã, Marcelo Salomão e vereadores.

O tom da conversa era de mais uma tentativa de retomar a negociação. Atualmente, há processos tramitando na Justiça, tanto por parte do Sindicato Campo-Grande dos Profissionais da Educação Pública (ACP) quanto da prefeitura, que pede o fim imediato da greve.

No encontro, de acordo com o presidente da ACP, Geraldo Alves, ficou definido que uma petição conjunta será redigida entre a ACP e a prefeitura para solicitar à Justiça que ambos os processos tenham trâmites mais rápidos. O objetivo disso é que com o fim dos processos judiciais, a categoria e a prefeitura possam negociar de forma mais efetiva.

Ainda de acordo com Geraldo, também houve acordo para que o parcelamento do reajuste de 13,01% em 10 vezes, condição já proposta pela categoria durante negociação, seja analisada pela categoria hoje, durante a assembleia.

A greve, que já passou dos dois meses, tem números distintos de paralisação. Por um lado, a prefeitura diz que apenas 4 escolas têm as atividades parcialmente em funcionamento. De outro, os grevistas afirmam que há quase 10 escolas paralisadas.

Correio do Estado

0 Comentários

Sem Comentários Esta postagem ainda não tem comentários

Comente agora, seja o primeiro!

Mas você pode ser o primeiro a deixar um comentário !

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *