Expogrande recebe show de Gusttavo Lima nesta quinta-feiraNotícia Anterior
Contran regulamentará inspeção e governo manterá cobrançaPróxima Notícia
Notícias

Noticia em Tempo Real

Sem acordo sobre salário, médicos vão paralisar antedimentos na rede pública

Espaçamento entre linhas+- ATamanho da fonte+- Imprimir esta notícia
Sem acordo sobre salário, médicos vão paralisar antedimentos na rede pública
Notícias relacionadas

Categoria reivindica reajuste salarial, de plantões e volta de gratificações.

Médicos que atendem na rede pública de Campo Grande devem parar os atendimentos a partir do dia 6 de maio, segundo o Sindicato dos Médicos de Mato Grosso do Sul (Sindimed-MS).

Uma assembleia foi realizada na noite dessa quarta-feira (29) e, por unanimidade, os médicos que atuam nas unidades de saúde da prefeitura decidiram pela paralisação por falta de proposta do município sobre reajuste salarial.

Os profissionais farão o atendimento básico com 30% do efetivo. Não haverá diminuição de profissionais nos setores de urgência e emergência.

A greve deve permanecer por tempo indeterminado, até que a prefeitura apresente uma proposta para a classe. As reivindicações dos médicos são reajuste salarial e dos plantões e revogação do decreto que corta as gratificações dos profissionais.

Correio do Estado

0 Comentários

Sem Comentários Esta postagem ainda não tem comentários

Comente agora, seja o primeiro!

Mas você pode ser o primeiro a deixar um comentário !

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner