Projeto de lei quer obrigar Bernal a gastar mais de R$ 5,7 milhões em educaçãoNotícia Anterior
Bernal vai à Justiça para derrubar lei que isenta de IPTU vítimas das enchentesPróxima Notícia
Notícias

Noticia em Tempo Real

Volta de Delcídio é marcada por confusão e constrangimento no Senado

Espaçamento entre linhas+- ATamanho da fonte+- Imprimir esta notícia
Volta de Delcídio é marcada por confusão e constrangimento no Senado

A volta do senador Delcídio do Amaral (PT) ao Senado aconteceria nesta terça-feira (23), mas ele anunciou que será adiada por conta de questões médicas, aumentando ainda mais a temperatura na Casa, que segundo a senadora Simone Tebet (PMDB), vive uma confusão.

Indagada sobre o clima em Brasília com a volta do senador, que ficou preso por quase três meses, Simone resumiu como confuso, visto que ninguém sabe direito como será o rito de possível cassação do senador. “O foco está no conselho de ética”, apostou.

O retorno de Delcídio também é marcado por certo constrangimento por conta da votação que o levou para a prisão. O pedido de reclusão foi avaliado pelo Senado, onde 59 colegas dele disseram sim, contra 13 que foram contra.

A senadora Simone Tebet (PMDB), uma das que disseram sim a prisão, foi questionada sobre esta situação e se ficará constrangida ao encontrá-lo e disse que não. “Fiz o que precisava ser feito no momento, por mais difícil que tenha sido”, justificou.

Conselho de ética

A próxima reunião do conselho de ética do Senado, onde tramita o processo de cassação de Delcídio, está programada para esta quarta-feira (24). Na ocasião eles votarão o pedido da defesa do senador para destituição de Ataídes Oliveira (PSDB) da relatoria do processo. A defesa alega que por ser do PSDB, um dos partidos que pediram a cassação, Ataídes precisaria ser impedido. Caso o conselho decida trocar a relatoria, o prazo para análise da defesa do senador será reiniciado.

A defesa de Delcídio alega que não há flagrante que justifique a prisão do senador e que a gravação teria sido obtida de forma ilegal, questionando a possível cassação sem a conclusão da ação, que pode inocentá-lo.

Apesar de apresentar a defesa, os advogados alegam que não consideram a representação contra o senador válida, visto que baseia-se, segundo a defesa, em um decreto de prisão e uma gravação totalmente irregular.

No entendimento dos advogados, a acusação deveria ter trazido outros argumentos e outras comprovações. “Aqui não se discute crime, mas a existência ou não de decoro parlamentar”, justificou o advogado Gilson Dipp, em entrevista a TV Senado.

Midiamax

0 Comentários

Sem Comentários Esta postagem ainda não tem comentários

Comente agora, seja o primeiro!

Mas você pode ser o primeiro a deixar um comentário !

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Destaque

IPTU Premiado sorteou em Maracaju 2 Carros e 3 Motos

IPTU Premiado sorteou em Maracaju 2 Carros e 3 Motos   0

por Maracaju em Foco Na manhã desta quarta-feira 11-04 em frente ao Posto Central ocorreu o sorteio do IPTU Premiado que visou contemplar com prêmios os contribuintes que pagaram o tributo [...]

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner